quinta-feira, 23 de junho de 2016

Regresso a Constanța

O passado fim-de-semana marcou o regresso ao litoral da Roménia. O plano inicial até passava por ir a Varna, terceira maior cidade da Bulgária e importante resort turístico na costa do Mar Negro, mas a demora no planeamento da viagem fez com que, na hora da verdade, já não houvesse autocarros com lugares disponíveis. O comboio demora muito (8 horas de viagem) e do BlaBlaCar ninguém respondeu. Constanța fez de plano B - há uma dezena de comboios diários para lá a partir de București, é relativamente perto (2 horas) e também é uma localidade costeira do Mar Negro.
O sábado foi dedicado à praia, em Mamaia Sat, entre a mainstream e overcrowded Mamaia e Năvodari. Um local que, não sendo nada de especial, oferece no entanto a vantagem de ter pouca gente e ser, por conseguinte, calminho. E servem por lá bons mici, grelhados na hora.



No domingo, foi tempo de revisitar Constanța. É sempre um gosto passear pela Piața Ovidiu e caminhar ao longo da avenida marginal, com passagem pelo antigo Casino, na companhia do som ambiente das ondas e do aroma salgado que exala das águas marinhas.

Estátua de Publius Ovidius (que dá o nome à Piata Ovidiu) junto ao Museu de História Nacional e Arqueologia 



A marginal e o Casino, junto ao Mar Negro 

Entretanto, já está marcada uma nova viagem internacional: acabei mesmo por aproveitar os preços convidativos da Ryanair e adquiri um bilhete de ida e volta para Atenas, capital da Grécia. Lá irei no final de Julho. Como é evidente, haverá a seu tempo um post com fotografias espetaculares a abordar esse assunto.

Sem comentários: