terça-feira, 17 de maio de 2016

Not going to happen...

No momento em que escrevo isto, o Sporting acaba de perder mais um campeonato. Tenho de assistir à realidade agonizante de ver o clube rival festejar um tricampeonato, enquanto o meu clube, apesar de ter jogado como nunca, perdeu como sempre, e assim continua a travessia no deserto. Já lá vão 14 anos sem ser campeão.

2002 é uma memória já distante

Em suma, e fazendo uma analogia engraçada, o Sporting a lutar pelo título de Campeão Nacional é o mesmo que eu a tentar arranjar uma namorada: muitas oportunidades desperdiçadas, muitas desilusões e dissabores, mas também alguns momentos de esperança pelo meio, em que se acredita, nem que seja só por um bocadinho, que "é desta". Mas o desfecho é, invariavelmente, o mesmo: it's not going to happen. O resultado é um prolongado jejum, e o que para uns é uma realidade habitual, para outros não passa de um sonho distante, consecutivamente adiado e aparentemente inalcançável.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

E por falar em 2002... ali no canto inferior esquerdo da foto, 3º a contar da esquerda na fila de baixo, então ainda a recuperar de uma gravíssima lesão no joelho, está sentado Marius Niculae, O avançado romeno, campeão pelo Sporting nessa época memorável, colocou hoje um ponto final na carreira de jogador, um dia após completar 35 anos de idade. Uma carreira que podia ter sido completamente diferente, não fosse essa lesão.
Curiosamente, o último jogo oficial em que Niculae participou, com a camisola do "seu" Dinamo, teve lugar no mesmo dia em que eu cheguei à Roménia - a 22 de maio de 2015, em Ploieşti, frente ao Petrolul, Niculae entrou aos 55 minutos num desafio que a sua equipa venceu por 3-0. Depois de um ano de inatividade, um dos meus ídolos de infância, nos tempos em que eu era um Sportinguista fanático, anunciou o adeus aos relvados.


A título de curiosidade, referir que apenas 2 jogadores do plantel campeão continuam em atividade: os então jovens e agora veteranos em final de carreira Ricardo Quaresma e Hugo Viana.

Sem comentários: