quarta-feira, 18 de maio de 2016

Mais uma meia-maratona

Confirmou-se. A empresa onde trabalho decidiu não oferecer inscrições para a Bucharest Half Marathon, justificando-se com o investimento nos Summer Corporate Games (uma competição inter-empresas na qual também já me inscrevi, para a prova de 5 km). Fiquei, por conseguinte, 160 lei mais pobre, mas não interessa. Queria correr outra vez 21 km pelas ruas da capital romena, e melhorar o tempo miserável da primeira experiência, na qual apenas me concentrei em acabar antes da deadline de 3 horas.



Com a camisola do Sporting vestida, lá fui tentar correr os 21 km sem parar e fazer um tempo inferior a duas horas e meia. Mas nem o facto de levar ao peito o símbolo de um dos clubes mais titulados do mundo em provas de atletismo me valeu. Cumpri o primeiro objetivo (embora em alguns setores me fosse quase a arrastar), o segundo nem por isso. Terminei com o modesto tempo de 2h33m38s, em 2850º lugar entre 3171 participantes. É certo que melhorei 15 minutos em relação ao meu tempo anterior - em Outubro fiz 2h49m33s e fiquei no top 100... a contar do fundo - mas continuo com performances nada condizentes com o que um moço saudável de 26 anos deve fazer. Basicamente, estou a pagar por todos aqueles anos de juventude que passei com o cu sentado a jogar Football Manager ou a ver filmes e séries. 
É continuar a treinar, a habituar os músculos a estas cargas de esforço, e a melhorar. No próximo mês de Outubro conto participar novamente na meia maratona, e dessa vez com o objetivo de me aproximar do tempo de 2 horas. Pelo meio há um verão inteiro, com dias longos e tempo ameno, para me preparar.

Sem comentários: