quinta-feira, 14 de abril de 2016

Timișoara Boulevard

Um mês passou sem que eu publicasse aqui coisas. Uma ausência prolongada que tem uma boa justificação: mudei de casa e estive sem Internet de jeito até há uns dias.


Pois é. A empresa para a qual trabalho aceitou pagar-me uma percentagem da renda de casa, pelo que decidi arranjar um apartamento porreiro só para mim. Após 10 meses a residir em Dristor, troquei o nº 32 da Bulevardul Camil Ressu pelo nº 43 da Bulevardul Timișoara, do outro lado da cidade. Mudei de um shitty shared flat para um T1 onde moro sozinho. E no que respeita à deslocação para o local de trabalho, deixei de utilizar o metro para passar a ir a pé, já que é walking distance. On top of that, há um centro comercial de 150 lojas e cinema do outro lado da rua (foi com as redes wireless de lá que fui sobrevivendo enquanto a DIGI não veio cá instalar uma ligação a sério).
O único ponto negativo é ter ficado sem o parque Titan. Sabia bem ter um espaço verde com 85 hectares praticamente à porta de casa. Mas como diz o outro, não se pode ter tudo. O processo de procura de casa foi moroso e dispendioso, mas in the end sinto que encontrei um cantinho perfeito e a minha qualidade de vida subiu 200% com esta mudança.

Entretanto, assisti a mais um concerto. Os finlandeses Ensiferum vieram a București no âmbito da digressão europeia "Return of the One Man Army", para apresentação do último álbum, e trouxeram consigo os dinamarqueses Heidra e os italianos Fleshgod Apocalypse. Uma boa oportunidade para ver ao vivo a banda de Markus Toivonen e escutar, para além das novidades, outras "malhas" mais antigas como Lai Lai Hei ou Twilight Tavern.


No que diz respeito a viagens, no passado fim-de-semana andei a passear pela Transilvânia. Amanhã ou assim já aqui publico umas fotografias e umas considerações a esse respeito.

Sem comentários: