domingo, 16 de agosto de 2015

O derby que não vi

No passado domingo planeei, junto com um dos meus housemates, deslocar-me à Arena Națională para assistir ao derby entre Steaua e Dinamo de Bucareste, jogo grande da jornada 5 da Liga Romena. Um bom espetáculo em perspetiva, para encerrar o fim-de-semana… ou então não.


Como moramos não muito longe do estádio, saímos de casa 45 minutos antes do jogo e chegámos ao destino a apenas 10 minutos do pontapé de saída (porque o rapaz deixou fugir o metro e eu tive de ficar à espera dele na estação seguinte). Nada de preocupante, afinal na última vez em que fui à bola também cheguei em cima da hora e não houve problemas. Mas tratando-se de um jogo grande logo no início da época, o estádio encheu e quem chegou sobre a hora encontrou as bilheteiras fechadas… Ainda fizemos a ponta final da Bulevardul Basarabia a correr, mas não nos adiantou de nada.
Enquanto nos afastávamos, fomos abordados por um sujeito que tinha ingressos para vender. Perguntámos o preço. 100 Lei (25 euros) cada um. Não aceitámos, e acabámos a ver o jogo numa esplanada próxima, com pizza e cerveja à frente. Fiquei meio chateado com tudo isto, mas acabei por não perder grande coisa, já que o jogo acabou empatado sem golos. Além disso, o Grande Sporting ganhou a Supertaça de Portugal umas horas mais tarde, por isso o dia acabou bem. 


Por falar nisso, vim para a Roménia há quase 3 meses, e já vi o Sporting ganhar dois títulos, depois de 7 anos de seca. Se calhar era o facto de eu estar em Portugal que lhes estava a dar azar, já que a minha presença é nefasta onde quer que me encontre. Sendo assim, tentarei aguentar-me por terras romenas pelo menos até maio, para festejar o campeonato.

Sem comentários: