quarta-feira, 3 de junho de 2015

Turismo e outras coisas

Finalmente, tive oportunidade de ser turista em Bucareste. O passado dia 1 foi feriado religioso aqui na Roménia, pelo que tive um day off que aproveitei para andar a passear. Visitei, com olhos mais atentos, a Piața Romana e a Piața Unirii, e percorri a Bulevardul Unirii, pontuada por belos fontanários, até ao impressionante edifício do Parlamento. Infelizmente, o horário de visitas já tinha passado, e como era tarde também não me atrevi a dar a volta completa ao edifício (são para aí uns 3 quilómetros). Logo lá voltarei. Pelo meio, entrei numa igreja ortodoxa, chamada Biserica Sfântul Gheorghe Nou, que é como quem diz Nova Igreja de São Jorge. Ali, ganhou força a ideia de que a única coisa que gosto na religião é a arquitetura. Excluindo os feriados, claro está.
Posto isto, deixo algumas fotos.

Piața Romana

Bulevardul Unirii, com o Parlamento ao fundo

Um dos muitos relógios que há pela capital romena

Rio Dambovița, junto ao Parcul Izvor

Hospital (à direita) e Igreja de Colțea (à esquerda) 


Quanto à minha vida em Bucareste, vai andando. Sobre o post anterior, devo dizer que estou a tentar "instalar" "programas" diferentes. Ser mais social e preocupar-me menos com o dinheiro são dois objetivos a partir deste momento. Sinto que posso ser um gajo melhor assim. Não vai ser fácil, sobretudo a parte social, mas há que tentar.
Por falar em parte social, um episódio giro. Normalmente, jogo futebol com colegas de trabalho na Universidade de Agronomia ("jogo futebol" é uma força de expressão, pouco mais faço que um boneco dos treinos). Após o último jogo, que durou até às 22 horas, fomos para um bar, onde ficámos até depois da hora de encerramento do metro (11 da noite). Não havendo metro, nem boleias, nem paciência para esperar por um autocarro, eu e três outros gajos decidimos começar a andar até ao Arco do Triunfo (o de Bucareste, não o outro de Paris), onde seria suposto apanharmos um taxi. Mas entretanto houve mudança de planos. "Em vez de apanhar um taxi, vamos mazé continuar a andar, e o dinheiro que poupamos vamos gastá-lo em bebida". E assim andámos cerca de 7 quilómetros, a meio da noite, pelo meio de Bucareste, até Obor. Aí chegados, abancámos numa tasca, onde eles encanaram cervejas, e eu uma cidra (fraquinho). Mais uns passos até Piața Iancului, onde encerrei a noite a comer um kebab, já eram quase quatro da manhã. Entretanto, e por falar em comida, desde que aqui estou já provei micicovrigi, gogoși, plăcintă e lángos (esta última uma especialidade húngara), e bebi palincă.

Em termos profissionais, acabei a fase da formação com relativo sucesso, e vou agora começar a trabalhar mais a sério. Meanwhile, no próximo dia 15 a empresa muda-se para as novas instalações, e até lá espero mudar eu também para uma nova casa. Adivinham-se, por isso, alterações significativas nos próximos dias.

Sem comentários: